Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

NUVENS DE ASTEROIDES

Nuvens de asteroides
[Thiago Soeiro]
[ Para P]
já tem mais de um ano desde a última vez  que te encontrei no poema e não teve um dia que não sentisse a sua falta era como se todos os poemas de amor não falassem de amor sem você dentro deles. ouvi dizer que você tinha partido atravessado o céu rumo à Marte estaria escondido em alguma estrela e nenhum astronauta havia desconfiado que seu coração universo estaria morando na via láctea  fazendo chover saudade.

Últimas postagens

POEMA DISTANTE

CAIXA POSTAL

NÁUFRAGO

POEMA DE FIM DE CONVERSA

NOSSO CARNAVAL

ASTRO MAPA

SÚBITO POEMA

SINAIS

CARTOGRAFIA DOS ROMANCES ESQUECIDOS

BIUTIFUL