A FACA NO PEITO

Ilustração: Brunna Mancuso

A faca no peito

[Thiago Soeiro]



É neste nó no meu peito que engatam as palavras
Eu não saberia dizer que é mentira
Quando tu perguntas se é a ti que amo
Um golpe certeiro
Uma faca no peito
Esse sentimento que beira a imoralidade
Me pego contando as tábuas no teto
Tudo parece ter um pouco de nostalgia
A janela aberta
Tuas mãos me abrindo caminho
Não saberia dizer se ainda estou vivo
Ou se aqui é o céu.
Deveria ser proibido
Amar tanto alguém assim.

Comentários